Como tirar CNH em Santa Catarina?

Você mora no estado de Santa Catarina e está com dúvidas sobre como funciona o processo para tirar a CNH? Pensando em você e nas diversas pessoas que têm essa dúvida, preparamos um pequeno guia que mostrará o passo a passo que você deve seguir para ter acesso a 1ª Habilitação (provisória), e assim, poder guiar seu carro dentro das normas vigentes no país. Tudo o que apresentamos abaixo foi baseado nos vários documentos de ajuda que o Detran do Estado de SC tem para oferecer.

022-1-503x393

Passo 1 – Preenchendo o formulário do Registro Nacional de Condutores Habilitados

Para ser apto a preencher o formulário, o candidato deve ter 18 anos (ou mais) e ser alfabetizado. Há duas opções: você pode contar com a ajuda da sua autoescola – que cuidará de todo o processo burocrático ou você mesmo poderá preencher o formulário junto a CIRETRAN da sua cidade.

Você terá que, além de preencher o formulário, agendar e comparecer aos exames médicos e psicológicos. Particularmente, eu recomendo que você deixe esse processo por conta da autoescola (CFC) da sua confiança, pois ela está habituada a fazer tal procedimento.

Passo 2 – Curso teórico

O curso teórico é ministrado pela CFC que você escolheu para lhe ajudar no processo para tirar a 1ª habilitação (provisória). Você terá que passar por  um curso teórico-técnico de 45 horas de duração. Você terá que ter 100% e a confirmação será feita através da sua digital.

Ao final das 45 horas de aula você será avaliado pelo Detran da sua região. para ser aprovado, você terá que acertar, ao menos, 75% das questões apresentadas.

Passo 3 – Aulas Práticas

A última etapa consiste em participar de 20 horas de aulas práticas. Para isso, o candidato deve ser aprovado no exame teórico e ter recebido a licença de aprendizagem de direção. Após as 20 horas o instrutor será capaz de avaliar a condição do aluno para que o mesmo seja encaminhado para a avaliação prática.

É recomendado que, mesmo apto para o teste, o aluno faça, ao menos, 2 aulas de reforço para que vá com totais condições para ter a licença provisória concedida.

Isso mesmo: a sua CNH definitiva só virá, após 1 ano de direção. E mesmo assim, a CNH não é tão simples de ser obtida, pois o motorista não pode ter nenhuma multa grave ou gravíssima. Por isso, no primeiro ano, toda atenção deve ser ainda redobrada!

Quem deveria escrever um livro?

Quem quer ser reconhecido como grande especialista

Nos dias de hoje, a competição em todas as áreas é muito grande. Para conseguir vencer nesta verdadeira batalha nos mercados de trabalho, produtos e serviços, você precisa se diferenciar.

Funcionários, Profissionais Autônomos e Empresários se esforçam para adquirir mais e mais conhecimento através de cursos, especializações e treinamentos, mas estão apenas conseguindo acompanhar o movimento de seus concorrentes.

Isso já não é mais suficiente para colocar-se em evidência.

Para conseguir melhores empregos, maiores vendas e mais contratos de trabalho você tem à sua disposição várias ferramentas que pode usar para se tornar mais conhecido em seu ramo de atividade.

A repetição de seu nome ou da sua empresa várias e várias vezes é importante para mostrar quem você é e o que faz, mas insuficiente quando você quer ser não só conhecido, mas reconhecido como um grande especialista.

O ato de escrever um livro catapulta sua imagem para outro patamar, instantaneamente. Você se torna um Autor e, para o público em geral, só grandes profissionais são capazes de tal feito.

Se você é um Funcionário, saiba que Headhunters e Departamentos de Recursos Humanos mantém uma pesquisa constante pela Internet, à procura de profissionais que se destacam. Tornar-se um Autor na sua área de atuação irá favorecê-lo durante um processo seletivo por uma vaga mais graduada em outra empresa, ou mesmo por uma promoção no seu emprego atual.

Se você é um Profissional Autônomo, já sabe que seus rendimentos são exatamente do tamanho de sua reputação. Escrever um livro e tornar-se um especialista reconhecido em seu ramo de atividade não só aumenta sua lista de clientes, como permite que cobre maiores honorários.

Se você é um Empresário, experimente criar uma série de livros que ensinem seus clientes atuais e em potencial a utilizar seus produtos serviços ou equipamentos. Quanto mais pessoas souberem como utilizar seus produtos com eficiência e que resultados poderão atingir com seu uso, maiores serão suas vendas.

Além dos benefícios destacados, não podemos esquecer do rendimento que a venda desses livros podem proporcionar. E esse é o melhor que se pode ter: você realiza o trabalho uma só vez e pode ser remunerado pelo resto de sua vida. E seus filhos também.

Atualmente, com o advento da Internet, você pode deixar seu livro à venda pelo tempo que quiser, sem ter problemas com edições esgotadas.

image

E quem não deveria escrever um livro?

• Quem não quer ter trabalho. Escrever um livro não é a coisa mais fácil deste mundo, mas é factível para a grande maioria das pessoas. Você terá que se esforçar para pesquisar e escrever um livro de qualidade.

• Quem não tem tempo. Se quiser escrever seu livro, terá que separar um período de tempo diário para esse fim. Marque uma hora todos os dias e dedique-a exclusivamente a ele.

• Quem não gosta de ficar em evidência. Um bom livro sempre gera convites para discursos, conferências e entrevistas. No mínimo seus contatos irão aumentar consideravelmente. Se você é do tipo tímido e não gostaria de aumentar sua exposição ao público, não escreva. Vai que ele faça sucesso…

Em resumo, escrever um livro é a receita ideal para quem quer aumentar seus rendimentos através de um esforço único e aproveitar, pelo resto da vida, tudo que uma conta bancária maior pode lhe proporcionar.

Aprenda a escrever um livro e comece hoje a garantir sua aposentadoria.

A importância dos medidores para não errar a mão na receita de bolo

Para que o sucesso de uma receita seja garantido é preciso contar com organização em todas as etapas. Lembre-se, primeiramente, de ter em mãos o modo de preparo, selecionar e comprar os ingredientes e separar todos os utensílios necessários para elaborar sua receita. E quando se trata de receitas de bolos, os cuidados não podem ser diferentes. Conhecidos pela variedade de sabores e tamanhos que agradam a todos os paladares, os bolos tem como um dos segredos principais para o preparo o uso da quantidade ideal de cada um dos ingredientes. Para isso, não se esqueça de ter os medidores como materiais indispensáveis em sua cozinha.
Os medidores mais utilizados são xícaras, copos, colheres padrão, jarras, medidores específicos (que contam com numeração de pesos e medidas) e, também, balanças de cozinha. Cada um desses utensílios pode ser encontrado em lojas especializadas para gastronomia e apresentam muitas opções, com marcas e cores para todos os gostos, além de serem fabricados de diversos materiais, como inox, plástico, metal e outros mais. Sendo assim, é interessante fazer uma pesquisa prévia do tipo de material de sua preferência e que seja mais adequado para o preparo de sua receita, aliando esse fator aos valores que cabem no seu bolso – e o lado positivo é que geralmente os medidores são objetos duráveis, então são investimentos que valem a pena.

image
Para não se atrapalhar na hora de preparar sua receita de bolo, a dica é ter em sua cozinha um local específico para guardar os medidores: isso fará com que você não confunda os objetos ideais para cada medida e saiba onde encontrar cada um deles. Gavetas, prateleiras e armários podem ser personalizados de acordo com a quantidade de utensílios e a frequência de utilização.
Outra sugestão interessante para o uso dos medidores, é a de usar as mãos ou uma faca para nivelar a medida e tirar os excessos de ingredientes que podem se acumular no topo dos medidores. Saber a forma correta de utilizar esses utensílios faz com que a sua receita de bolo seja perfeita graças às medidas exatas.

1 2 3 5